COMPARA: baixinha como gente grande

Oii,gente! Tudo certinho com vocês?

197-horz

Ainda estou me acostumando com o cabelo novo! A mudança foi bem drástica,né? kkkk

O que eu acho mais legal do cabelo mais curto, é que o pescoço e o colo ficam bem a mostra. Muito feminino,né? Acho bacana apostar em blusas com mais abertas, com ombros de fora e costas também, porque fica lindo!

Acho super válido combinar muitas cores sempre. Quem disse que o azul e o rosa não se dão super bem juntos? E com sapatilha coloridona ainda, por que não?

Algo que estou notando pelas fotos é que estou parecendo mais alongada! O pescoço e o colo a mostra, junto com os colares cumpridos ajudaram bastante! Além do peito do pé a mostra e a calça um pouquinho mais comprida!Ah, tem o colete também, que cria uma linha vertical, que dá um help! hhaha

look 537Carinha de boa moça :)

Aqui a combinação foi bem diferente, já que a blusa é estampada. Daí é simples, só escolher uma das cores e abusar!

Outra diquinha para alongar, mas sem precisar cortar o picumã, é apostar em saltos nudes! Olhem como minhas pernas estão longaaaaas! Além da calça tampar um pouco do peito do pé (ele a mostra também ajuda), o que favorece bem.

É isso, gente!

See you,

COMPARA: cabelo novo!

Oii,gente!! Tudo bem com vocês?

Quanto mais eu prometo aparecer aqui, menos eu posto! kkkkkk

173-horzCom a participação especial da minha maior fã! kkkkkkk

Não sei vocês, mas eu me enjoo facilmente do que vejo no espelho. Estava há mais de um ano com o cabelo comprido e loiro, e hoje, resolvi cortar! kkkkk Minha mãe disse que ficou feio (ela não queria que eu cortasse) e eu amei! <3 Sempre tive o picumã mais curtinho, como ele estava grandão, não resisti e tive que passar a tesoura!

O look de hoje é bem alegre, o shorts amarelo iluminou bastante! Confesso que não gosto muito de amarelo para mim, uso bem pouco. Mas como ficou longe do rosto, o resultado foi bem legal!

Vocês quase não me veem de tênis por aqui,né? Esse eu ganhei de uma amiga muito especial (obrigadaaa, Ju!!) e adorei como ele ficou super urbano no look.

Acho muito bacana essa ideia de usar uma peça estampada e outra colorida. Varia bastante e fica muito alegre,né?

look 629Aqui eu quis abordar o amarelo de um jeito diferente!

Costumamos usar muito preto quando saímos à noite,não é mesmo? Ou roupas escuras, como o azul marinho. Isso é bem comum! Mas como variar? Uma ideia que eu achei super massa foi optar por um sapato colorido. Ele quebra com as cores escuras e deixa o look super descolado!

*Chocada com a diferença nos cabelinhos! hahahaha

*Me perdoem pelo excesso de fotos nos começo, to bem na dúvida das poses por causa do corte novo. Acho que vou demorar um pouco para acostumar! kkkkk

See you,

Olhos que sorriem

largeEra uma quinta feira, eu estava no aeroporto de Belo Horizonte. Enquanto terminava um relatório para enviar em menos de 10 minutos, tomava o café mais caro da história e conversava no telefone com a minha mãe contando que tinha ido a dermatologista fazer botox de novo. Em meio a tantas tarefas e preocupações, a bebida esfriava, o stress e a ansiedade aumentavam porque logo mais eu tinha uma reunião em Goiânia e a angústia estava insuportável. O término do meu namoro de três anos naquela mesma semana estava tornando tudo cada vez mais difícil. Graças a Deus que minha mãe já havia terminado todo o assunto e desligado o telefone, agora sim eu poderia ter um pouquinho de paz.

Ao retirar os óculos que minha oftalmologista havia me alertado a sempre usar quando fosse mexer no computador, vi vários rapazes se aproximando da cafeteria. De riso fácil e barbas por fazer, não pude deixar de reparar no charme deles. Aeroporto sempre tem umas pessoas diferentes, né? Voltei a atenção para a tela e enviei o relatório para o meu chefe rabugento que logo mais me ligaria cobrando que o prazo devia ser cumprido. Pronto, menos uma tarefa.

Olhei a tela do celular e vi a mensagem de uma grande amiga, e quando fui responder, ouvi um rapaz falando comigo. Ele perguntou gentilmente se eu estava utilizando uma das cadeiras da mesa, sem nem dar muita importância, respondi negativamente. Até que ele pronunciou o meu nome. Fiquei em choque e quando o olhei, não tive dúvidas.

Era ele. Meu antigo colega de faculdade. E não, ele não foi somente isso. Ele foi uma das grandes paixões da minha vida. Depois que formamos, perdemos o contato. Mudei-me para o Rio e comecei uma nova vida. Diante de tantos homens, amores e pileques, nunca consegui tirá-lo da minha memória e da caixinha de melhores lembranças-sorriso. Nosso relacionamento que até hoje não consigo definir o que era, durou alguns meses, não lembro ao certo. Mas a certeza que tenho hoje, era que foram dias que meus olhos sorriam e meus lábios brilhavam. A felicidade era tão plena que a boca era pequena demais para o tamanho do sorriso que a alma queria dar.

Pensei tudo isso em uma fração de segundo, ao mesmo tempo em que tentava formular alguma frase para pronunciar, apesar do nervosismo aparente. E ao invés de pegar a cadeira e sentar-se com os colegas, ele sentou ao meu lado. Tomei um gole do café e fiz aquelas perguntas clichê de quando a gente não vê a pessoa há muito tempo: anda fazendo o que da vida?, tem ido muito à Campinas?, como estão os seus pais?. E com a leveza e simpatia de sempre, engatamos uma conversa gostosa que há muito não via.

Apesar do término fatídico e prematuro da nossa relação, continuamos com uma amizade incrível no decorrer dos anos. Muito difícil algumas mulheres aceitarem que o homem que você adora te traiu enquanto você esteve fora da cidade. Mas com uma maturidade que até hoje eu não acredito tive, continuamos amigos. E o sentimento que eu mantinha por ele era maravilhosamente puro, genuíno e verdadeiro. De desejar a felicidade dele com quem ele estivesse e colocá-lo nas minhas orações noturnas diariamente há anos.

Com uns quilos a mais, alguns cabelos grisalhos e um estilo bem mais social, ele me deixou muito sem graça quando elogiou-me. Olhei para aquele sorriso e lembrei-me de tantas coisas que vivemos e aprendemos juntos. Das gargalhadas fáceis que ele arrancava de mim quando bebíamos algumas taças a mais de Miolo Espumante Terranova Blanc Demi-Sec. Como esquecer daquela vez que ele foi de madrugada até o meu apartamento quando eu achava que era somente uma gripe, mas ao chegarmos no hospital era pneumonia? E quando saímos do nosso estágio na Veja e íamos direto para a carrocinha de cachorro quente? Situações tão simples, mas que revelam uma relação repleta de leveza e cumplicidade.

Não consegui me conter e perguntei-lhe se estava namorando. Confesso que quando terminamos me relacionei com outros homens com o intuito de tentar superar o que vivemos. Sabe aquela história de que é mais fácil esquecer uma história quando começamos a escrever uma nova? Ou como dizem os grandes músicos Mato Grosso e Mathias, a dor do amor é com outro amor que a gente cura? Pois então, eu juro que tentei.

E não, ele revelou que não estava namorando. Comentei que também estava solteira, o que foi recebido por ele com uma risada larga e descontraída. A conversa estava ótima, até que ouvi que o embarque era imediato para o meu voo. Guardei minhas coisas e me despedi sem jeito dele. Não queria ir embora. Queria que aquele momento durasse uma grande eternidade para tentar curar a saudade que eu sentia daqueles olhos que sorriam mais que muitos dentes metálicos por aí.

Ele me abraçou forte. Fiquei lembrando dos braços dele em mim até o momento que entrei no avião. Até o momento que lembrei que não trocamos telefone. E agora? Um momento que esperei por anos, um encontro casual no café do aeroporto, e nenhum dos dois lembrou-se de mantermos o contato. Ah, se arrependimento matasse…

Uma semana depois, já no Rio de Janeiro novamente, enquanto conferia minha caixa de e-mail, vi um que não era da equipe da redação da revista. Era dele. Contando que ficou desde o momento que nos separamos do abraço, procurando outra maneira de estarmos juntos novamente. E desde então, eu contava os dias para nos vermos de novo para viver uma pequena eternidade dentro daqueles braços que abraçam a leveza, daquele sorriso que impulsiona a alma em busca do incerto, e daqueles olhos que não me dão a certeza da vitória, mas que me fazem jogar até o fim.

Nilva Letícia Tonial

COMPARA: calça estampada com bolsa estampada

Oii,gente!! Como vocês estão? Curtindo a preguiça de domingo também? kkkkk

163-horz

Adoro esses looks despretensiosos!

Não tenho muito o costume usar calça. Tenho preguiça de vestir e passo muito calor! Mas essa daí é a minha preferida!

Gostei do efeito que a camisa mais larguinha e assimétrica deu ao look. Um estilinho meio carioca de ser,sabe? kkkkkk

Colar comprido ajuda a alongar e a rasteira ficou super descontraída,né?

look 645Esse dia estava mais fresquinho, por isso a camisa jeans!

Adorei a combinação de estampas da bolsa com a calça! Mesmo elas tendo desenhos completamente diferentes, acho que funcionou bem! Além de ter dado um arzinho bem hippie! Delícia! :)

É isso,gente! Espero que tenham gostado!

See you,

COMPARA: Joga a camisa por cima!

Oii,gente! Tudo certinho com vocês?

Ô semana corrida pós-carnaval,né? Agora que começa o ano, tá duro, meu povo! kkkkk

Fotografei alguns looks essa semana, mas alguns ficaram sem foco :/ Por isso dei uma sumidinha!

160-horzEstreiando a minha sapatilha novaaaa!

Vocês sabem que adoro misturar cores, e já disse por aqui que não sigo regra nenhuma! É na intuição! kkkkk A ideia de jogar a camisa por cima é bem bacana, porque dá uma bossa à produção, sabe?

Ai, como amo usar shorts,gente! <3

look 618Aqui o look era bem mais basicão! Juro que senti muita falta de acessórios! Cadê?? kkkk

Mas perceberam que a camisa fez toda a diferença? O efeito é parecido com o da jeans, mas como ela é transparente, fica bem mais leve! Além de fluído e fresco!

É isso,gente! Amanhã venho pra gente prosear mais! Tenho um look mara pra postar! :)

See you,

COMPARA: dias de chuva, dias de frio

Oii,gente! Tudo certinho com vocês?

Mdsss, mil desculpas pela ausência por aqui! Olha que nem pulei carnaval, viu? kkkk O problema foi o tempo ma-ra que está fazendo aqui: chuva e temperaturas amenas. Daqui uns dias já faço parte da minha cama,viu! rsrs

105-horzUm dos grandes dilema meus quando chove é o sapato. Se opto por melissa, é certeza que terei muitas dificuldades para andar, porque escorrega muito! kkkkkk Bota eu tenho a maior dó de molhar e estragar, daí nem arrisco muito. O tênis acaba sendo o melhor para pular poças, sabe? kkkkk Mas e quando molha a meia, #comofaz? kkkkk

Vejo muitas colegas de faculdade que vão de chinelo e lá, secam o pé e trocam por outro sapato! kkkk Até vai,né gente? Mas e a trabalheira? kkkkkk Acho que rasteira é bom por deixar o pé secar naturalmente mesmo! kkkkk

Odeio molhar as pernas na chuva, então sempre vou de calça mesmo! Além disso, opto por uma blusa um pouco mais cobertinha, pra evitar passar frio! hehehe E uma jaqueta ajuda muito! Acho essa minha com a maior cara de dia chuvoso! kkkk

look 633Essa é uma outra opção, mas a camisa transparente é um pouco arriscado, se é que me entendem!

Além disso, o tênis que usamos na academia, com um look estiloso, pode ficar legal sim! Além de dar muita firmeza e proteger de escorregar na rua,né?

É isso,gente! Vamos aproveitar a chuvinha, porque é muuuuito bom! :)

See you,

COMPARA: calça com camisa e lenço

Oii,gente! Tudo certinho com vocês?

113-horz

Usei esse look esses dias que estava menos quente, porque o calorão voltou! :/

Regatinha todo mundo tem em casa,né? Uma calça diferente e um tênis desse estilo também. Inovei com o lenço no pescoço, bem estilo francesa chique,sabe? Adorei o efeito!

Outro diferencial foi a camisa jeans com os nozinhos! Eu acho ela muito comprida, então assim ficou mais curta e descolada!

*Ponto para o batom rosa que ficou mara! <3

look 636

Esse foi bem mais básico,né?

O grande tchan foi a camisa transparente. Ficou super chique! A sapatilha vermelha acrescentou cor à produção! :)

Ficaria ótimo também, colocar o lenço nesse segundo look, por dentro da camisa! Faria uma combinação de cores mara com o vermelho do sapato!

See you,